Dell AnnoDicasMóveis PlanejadosTecnologia

MDF ou MDP, qual é o melhor?

Se tem algo que costuma provocar muitas dúvidas no momento da compra de um novo móvel são duas siglas que designam os materiais utilizados na fabricação das peças: MDF ou MDP?. São mesmo diferentes? Uma é melhor que a outra? Qual é a melhor aplicação para cada uma delas?
Nós, da Dell Anno, temos o cuidado com a qualidade dos nossos produtos desde a produção até a entrega final. A escolha da matéria-prima, no início do processo, é essencial pois terá influência no resultado entregue em cada ambiente. Nossos móveis são produzidos em MDF e MDP, materiais que apresentam excelente qualidade e possuem diferentes indicações de uso, o que pode gerar dúvidas na hora da elaboração do projeto.

Pensando nisso, preparamos este material com o objetivo de orientar no momento da escolha e esclarecer as diferenças desses 2 materiais.

MDF

MDF com revestimento em detalhe

SUSTENTABILIDADE

Os painéis de MDF e MDP da Dell Anno são produzidos através de práticas sustentáveis: toda a madeira utilizada é certificada, proveniente de florestas renováveis e com plano de manejo.

PRODUÇÃO

Tanto MDF quanto MDP são fabricados pelos mesmos processos, com o mesmo nível de tecnologia, resultando em materiais de qualidade indiscutível. Eles são unidos através de resina sintética e compactados sob pressão e calor.

COMPOSIÇÃO

O MDF (Medium Density Fiberboard) é composto por fibras de madeira compactadas, resultando em um material homogêneo.
O MDP (Medium Density Particleboard) resulta da aglutinação de partículas de madeira, em três diferentes camadas: uma grossa no miolo e duas finas nas superfícies.

Essa diferença na composição determinará as características dos materiais e seus diferentes usos, que explicaremos a seguir.

CARACTERÍSTICAS

O MDF apresenta maior usinabilidade (Processo de submeter um material bruto à ação de uma máquina e/ou ferramenta, para ser trabalhado) em relação ao MDP, a produção de peças curvas e com rebaixes, além de homogeneidade e baixa porosidade. Já o MDP, pela composição heterogênea, garante ao produto grande resistência estrutural, conferindo maior resistência ao empenamento e à colocação e remoção de parafusos, além de torná-lo um material mais leve.

APLICAÇÃO

O MDF costuma ser utilizado em peças de acabamento arredondado, linhas curvas e entalhes. Devido à sua baixa porosidade, é usado para aplicação de pintura em lacca. É um material uniforme, plano e denso, resultado da aglutinação de fibras de madeira com resina sintética, sendo, por sua homogeneidade, uma madeira que permite mais criatividade no design. Fica mais fácil, com isso, a aplicação de cortes, usinagem em baixo relevo e entalhamento e nas partes aparentes dos móveis, onde serão aplicados acabamentos finais.
O MDP é indicado para partes estruturais, linhas retas e peças com carga de peso, como caixas, prateleiras e portas que não possuam cortes ou marcações em baixo relevo. Oferece maior vantagem na colocação e remoção de parafusos. Toda a tecnologia empregada na prensagem de chapas, separação de partículas e desenvolvimento de resinas posicionam hoje o MDP em uma categoria muito superior ao antigo aglomerado, com o qual é erroneamente confundido.

MDP sem revestimento em detalhe

MDP sem revestimento em detalhe

No final das contas, cada um cumpre seu papel, e são excelentes quando usados na aplicação correta.

, , ,

Posts Relacionados

Menu